Me apaixonei pelo amigo do boy. Vem ver no que deu… Esqueci que aqui não é o Youtube.

Me apaixonei pelo amigo do boy

Era um feriado e eu estava na praia com minha família quando conheci o Jonas no Grindr. Inventei uma desculpa e fui.

Jonas me levou num bar! Era o aniversário de um amigo dele, o Ariel. Apesar de me sentir um acompanhante, estava legal!

Ate ganhei uma sessão de quiromancia! Ariel leu a minha mão. A gay caiçara acertou toda a minha vida! Juro!!!

Eis que Jonas fica estranho comigo e me diz que sabe que eu gostei do Ariel – inclusive que poderia pegá-lo. O encontro virou uma mesa branca. Todos eram sensitivos???

Deveras curti o Ariel! Quem nunca gostou mais do amigo de um date? Mas não significa que eu o pegaria.
Corta a cena: Jonas me deixa no bar, Ariel me oferece uma carona e transamos no carro…

Só Jesus pode me julgar!!!

Na hora de nos despedirmos, Ariel me disse: “vejo você como um carangueijo, tem uma casca para proteger seu interior mole. Demonstre mais sua vulnerabilidade”. Gatilho!!!

Eu estava emocionado e, não sei como, fechei a porta do carro no meu dedo. QUE. DOR!
Comecei a chorar e não conseguia parar. “Isso, chore! Coloca pra fora!”, disse Ariel. Foi o que fiz.

Chorei 200 ml de lágrimas, fiz um miojo e dormi. No outro dia, no pronto socorro, descobri que havia quebrado o dedo!

De fato, Jesus julgou…

✖️

Instagram: Controle_y

Podcast quinzenal – sempre às quartas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *