As melhores histórias de aplicativos estão nesse podcast.

Ouça em outras plataformas:   Spotify   |   Deezer   |  Apple Podcast   |    Google Podcast   |   Anchor (gratuito)

Histórias de aplicativos Controle Y

Conheci o ‘macho dominador’ pelo Grindr. O nome dele é Cadu, um médico e fotógrafo, de 35 anos. No aplicativo, ele prometeu mover mundos nos meus fundos. Disse que curtia uma pegada sado, edge, pés e submissão. Ele até me mostrou umas fotos de fetiche que ele produzia. Fiquei curioso.

Assim que ele chegou em casa, ele me falou: “sabe porque é bom transar com um médico?” “Por que?”, perguntei sedento. “Porque sabemos até onde vai o limite do corpo humano”. Arrepiei.

Fomos pro quarto e ele mandou eu tirar a roupa. Obedeci. Eis que a gay deita e fica me dando uns tapinhas e apertões. Achei estava aquecendo, mas, na verdade, aquilo era o máximo.

Não bastasse estar com um furúnculo (nojo) na coxa, ele só ficou deitado recebendo tudo e DE MEIAS!!! Quando fui tirá-las, ele pediu cuidado. Descobri a razão: ele estava cheio de perébas no pé.

Você prometeu, Cadu!!!

Me senti LITERALMENTE lesionado! Porém onde eu reclamo sobre isso? No Grindr? PROCON? Celso Russomano corre aqui!?!? Esses apps deveriam ter um alguma espécie de SAC! Seria maravilhoso, inclusive. Renderiam bons prints.

O Podcast

Neste episódio o ilustrador Luíz Felipe (@fepelino) e o também anônimo Gabriel, junto com o Y, relatam as melhores histórias de aplicativos e ainda falam como ter saúde mental dentro deste ambiente.

Me siga no Instagram: @controle_y

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *