Controle Y



A Arte da Autossabotagem

COntrole Y Ilustração Autossabotagem Gay

Um dia, uma amiga veio lamentar que estava saindo com um cara perfeito e que não conseguia gostar dele. Na hora, disse pra ela: “Pense nisso como um sapato que você amou, mas só tem em um número menor. Comece a usá-lo até lacear. No começo será incômodo, mas valerá a pena!” – Um PUTA conselho de minha autoria que deu certo – eles namoram há 2 anos.

Hoje está acontecendo a mesma situação comigo. Mas, quanto mais eu repito esse conselho do sapato para mim, mais aumenta minha preguiça do Gabriel.

A gota d’água aconteceu quando eu estava às 2h da manhã, na cama do Gabriel, refletindo sobre a vida enquanto tentava me livrar da conchinha dele.

O fato é que se fico acordado de madrugada, fico safado, entro em crise por pensar demais na vida ou tenho medo de espíritos. Geralmente, fico safado. A madrugada de ontem foi especial: comecei safado e terminei em crise.

PELO AMOR DE DEUS, GABRIEL!!!

Gabriel me buscou num bar, eu estava muito bêbado, ele me levou para a casa dele, transamos e ele me pediu em namoro. Se essa questão caísse no ENEM, sem dúvida, eu responderia que eu aceitaria na hora – mas como sou do tipo de pessoa que contesta a lógica dos gabaritos (“IMPOSSÍVEL TER 3 A) SEGUIDOS”), disse a ele que responderia assim que acordássemos.

No dia seguinte, acordei e disse que não queria nada sério. Queria que o Gabriel me expulsasse da casa dele, sem roupas. Mas o que ele fez? Me deixou no trabalho depois de passar na padaria para tomarmos café – óbvio que era para me deixar mal. Desgraçado, conseguiu! Como despedida, ele me disse: “tenha um bom dia”, meu remorso falou por mim: “NÃO ME DIGA O QUE FAZER, GABRIEL!”. E bati a porta do carro!

OUTRAS PLATAFORMAS:  SpotifyDeezer  |  Apple Podcast  |  Google Podcast
Neste episódio de podcast, Jana (@nomorebrusinhas), Mari (@maqqad_) e eu, debatemos sobre os tipos de autossabotagem. Se você também já aceitou que o seu sistema imunológico é composto pelo que chamo de glóbulos autossabotadores – que combatem toda e qualquer forma de amor puro, apenas amores não-correspondidos, platônicos e destrutivos são aceitos tranquilamente – este episódio é para você!

Me siga no Instagram: controle_y